GAF

Brasil quer exportar US$ 1 bilhão em frutas em 2019, diz Abrafrutas

As exportações brasileiras de frutas devem atingir US$ 920 milhões neste ano e chegar a US$ 1 bilhão em 2019. Foi o que destacou o presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Luiz Roberto Barcelos, durante entrevista no Programa do Global Agribusiness Forum (GAF) no Canal Rural.

O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frutas, mas é apenas 23º. exportador global, com embarques de US$ 830 milhões em 2017. O País produz 44 milhões de toneladas de frutas por ano em dois milhões de hectares e emprega cinco milhões de pessoas, 16% do total das vagas do agronegócio. De janeiro a março deste ano, a fruticultura brasileira registrou aumento de 15% nas exportações, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Os produtores embarcaram um total de 195 mil toneladas de frutas frescas e processadas para diversos países. O segmento também comemorou o valor da receita de aproximadamente R$ 165 milhões, ou seja, 19,3% a mais que o arrecadado em 2017.

Segundo Barcelos, o Plano Nacional de Desenvolvimento da Fruticultura (PNDF), lançado em fevereiro deste ano em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), tem como objetivo melhorar a qualidade, aumentar a produção, o consumo interno e as exportações de frutas. Entre as diretrizes do plano, o dirigente destaca que as exportações da fruticultura devem alcançar US$ 2 bi em 2028, além de elevar o consumo interno de frutas frescas de 56 quilos/ano per capita para 70 quilos per capita ao ano.

De acordo com Barcelos, apesar da satisfação nos aumentos das exportações, é preciso vencer alguns desafios, como: melhorias na grade de defensivos agrícolas, desembaraços existentes na fiscalização dos portos e aeroportos e aumento no consumo de frutas. “Além disso, o setor também carece de linhas de crédito e coberturas de seguro específicas.” O dirigente salienta, ainda, que a pauta exportadora precisa ser diversificada, porque ainda é concentrada em poucos produtos, entre os quais, mangas, castanhas, melões, limões e uvas. “Neste sentido, também desenvolvemos junto com a Apex-Brasil o projeto `Frutas do Brasil`. “

Acompanhe a entrevista completa no Blog do GAF clicando aqui.